Hip Reliquiarum /ação 1: Redes em Suspensão

Atualizado: 13 de Dez de 2019


Redes em Suspensão parte do encontro entre a artista visual Lena Muniz e a filósofa e performer Carol Marim com o objetivo de aproximar artistas que desenvolvem pesquisas com tecidos, bordado, fotografia, vídeo arte e performance. A residência é um período de deslocamento e troca de experiências entre artistas de diferentes regiões do Brasil e também um mergulho nos contextos específicos da comunidade escolhida para o projeto. Tal pesquisa se dará em trocas de poéticas, técnicas compositivas, relações com o espaço e os conceitos operatórios de cada um.

Aberto para visitação dia 08 e 09 de setembro 17h as 20h Memorial Meyer Filho.

Praça XV de Novembro - 180 - Centro - Florianópolis - SC

Hip Reliquiarum é uma instalação de relicários descolados através de linhas narrativas ficcionais de personagens inventados sobre cápsulas de memórias. Artista busca tratar a memória como um composto orgânico que se transforma, é germinado, depois experimentado num acontecimento. A aglutinação e sustentação de recordações é materializada por colagens em três dimensões cujos suportes físicos são objetos com grande valor sentimental de acervo familiar da artista ou encontrados por acaso ou ainda adquiridos no comércio popular. O princípio da instalação é a ressignificação onde os módulos que a compõem são descolados, ou seja: a moralidade ou o efeito moral e religioso são inválidos nesta reorganização pois como dogmas fixos exigem rigidez das atitudes para aquisição de novas experiências. Dessa forma a artista cria fisicamente linhas narrativas que enrolam as tramas possíveis de relacionamentos entre os personagens, que são de ficção, mas podem representar cada um dos espectadores da instalação, que por sua vez trazem sua própria memória para a leitura da intenção da artista, como bem entenderem.

Texto e Curadoria : Pedro MC

#exposiçãocoletiva #exposição #instalação #MemorialMeyerFilho #colagem #arte #HipReliquiarum #ArtePatiPeccin #ColagemCriativa #ColagemPatiPeccin

23 visualizações

Receba notícias:

Pati Peccin © 2019